31 março 2017

Cândida ― desafio RS nº 44

O sentido da vida não é igual para todos nós mortais. Há os que o encontram no trabalho, há os que o encontram na dádiva aos outros e no esquecimento de si próprios e há os que continuam pela vida em constante procura… Encontrá-lo-ão?

Infelizmente há muitos mortais que vivem sem procurar qualquer sentido. Desde os que deambulam ociosamente dia após dia aos que pensando egoisticamente e não se amando, ferem os outros e a si próprios.
Cândida, 53 anos, Ovar

Desafio RS nº 44 – reflexão em 44, contrário em 33

Sem comentários:

Enviar um comentário