21 março 2017

Carla Silva ― desafio RS nº 47

O crime
Agitando o dedo sem hesitação ou atrapalhação, zumbias qual varejeira junto dos pais acusando-me do bárbaro acto.
Um risco no místico jaguar do tio, que mesmo falido e na maior solidão, gostava de passear
nele espicaçando o rival, deixando-o pior que urso.
Permaneci oculta pelo xaile da avó, esperando a zanga terminarImpossível não notar a tua insistência no assunto gritando-o aos quatro ventos.
Resolvi aparecer, a lamparina atingiu-me, castigando-me pelo meu suposto e primeiro grande crime.
Carla Silva, 43 anos, Barbacena, Elvas

Desafio RS nº 47 – 23 palavras obrigatórias!

Sem comentários:

Enviar um comentário