30 março 2017

Eurídice Rocha ― desafio nº 18

Sombra foi
Possui inseparável lágrima contudo verte-a pela alma e rodopia a rude autenticidade.
Embrulha-se no corpo e consolida o tempo estancado. Esvaziado entre mágoas, sem exalar vento
quieto, lança olhar para horizonte desnudado. Expele passado inquieto de um presente inapetecido. Teimosia cobiça o encerramento da coragem… a luz apodera-se da dor e ilumina a furibunda agonia… abandona corpo ao vento, infrutífero desejo de o ressuscitar. Dissipa-se em pó! Ausente nas memórias dos outros, há existências inexistentes neste mundo. 
Eurídice Rocha, 50 anos, Coimbra

Desafio nº 18 – palavras proibidas: não que mas pois como verbos: estar + ser

Sem comentários:

Enviar um comentário