03 maio 2017

Eurídice Rocha ― desafio nº 19

Depressão
Maldita doença que se agarra ao corpo... sinto-o isolado nesta solidão... quero respirar... sempre a repisar esta agonia... não apetece pertencer a lado algum... tenho alma atolada de lama, já nem na
mala da paciência cabe... olho à volta - sinto ausência de pertença... nada brilha, tudo escuro... desejo que morte me abrace no metro... no último instante que me atrevo... tremo - sinto temor pelo meu menino... impede-me de avançar... dúvida... pode ser que haja amanhã... ainda sonho?
Eurídice Rocha, 50 anos, Coimbra

Desafio nº 19 – anagramas dentro da história

Sem comentários:

Enviar um comentário