28 julho 2017

Susana Sofia Miranda Santos ― desafio nº 107

Eu acreditava que conseguiria combater sempre o amor, que nunca poderia proliferar. Tinha repulsa por amar, que já me fizera sofrer... até que apareceste; senti o coração pulsar dentro do peito.
Sentia-me palerma, por ceder a sentimentalismos repelentes que me complicariam a vida. Eu tinha que ultrapassar dificuldades... tolerar o romantismo seria inútil como dar pérolas a porcos.
Mas, tu venceste as minhas resistências.
As palavras que uso para descrever são plurais, o sentimento é singular. Amo-te!
Susana Sofia Miranda Santos, 38 anos, Porto

Desafio nº 107 ― 10 palavras com PLR

Sem comentários:

Enviar um comentário